Você está aqui

Homenagem a Neiva Aparecida Paggioli de Carvalho

Enviado por Redação em qui, 10/04/2018 - 10:35

No dia 31 de maio de 2016, desencarnou em Ilha Solteira, cidade onde residia, a companheira Neiva Aparecida Paggioli de Carvalho, muito ligada ao movimento espírita de Ilha Solteira e região. Neiva era conhecida pela sua dedicação à doutrina espírita, pela sua bondade, carisma, grande simpatia e por uma extensa quantidade de trabalhos realizados junto ao movimento espírita. Deixou imensas saudades por parte da família e amigos que com ela compartilharam momentos inesquecíveis. Temos plena certeza de que ela continuará trabalhando na espiritualidade da mesma forma que no plano físico, nos amparando em nossas atividades. Rendemos a Neiva nossa homenagem, desejamos a ela uma feliz readaptação ao mundo espiritual e que Deus a proteja sempre, aonde estiver. 

 

Abaixo trechos da entrevista concedida a Ismael Gobbo de Araçatuba no seu blog, no ano de 2010.

 

Focalizando o Trabalhador Espírita: Neiva Paggioli de Carvalho

 

 

 

 

ENTREVISTA PARA ISMAEL GOBBO AO

NOTICIAS DO MOVIMENTO ESPÍRITA

 

A entrevistada Neiva Paggioli de Carvalho reside na cidade de Ilha Solteira, SP, onde desenvolve trabalho no Centro Espírita Cairbar Schutel, atuando na área de Evangelização da infância e mocidade e em reuniões mediúnicas. Participa do grupo de canto Roda Viva que se apresenta em eventos beneficentes e do movimento espírita.

 

Neiva  faça-nos sua apresentação.

 

Sou natural de Monte Alto-SP, meu pai Jayme Paggioli é de descendência Italiana e minha mãe Ermelinda Palisser Paggioli, de Minas Gerais. Numa família de seis filhos eu sou a 4ª. Sou casada há 27 anos com Sérgio Luis de Carvalho natural de Bebedouro-SP. Temos três filhos: Larissa com 25 anos, Denisar com 24 e Vinícius com 18 anos.

 

 

 

Desde quando é Espírita e como conheceu o Espiritismo?

 

Bem, eu era de família tradicionalmente Católica até conhecer o Sérgio, que é de família Espírita desde seus avós maternos. A medida em que o namoro foi se firmando, ele “sutilmente” foi me emprestando romances espíritas e o primeiro que li foi Lídia. Amei, e fui me interessando aos poucos, pois, eu realmente praticava o catolicismo. Aprendi e continuo aprendendo muito com ele e sua família maravilhosa que me acolheu muito bem.

E nova família espírita se formou

 

Nos casamos em janeiro de 1983 e desde então freqüentamos sempre juntos o Centro Espírita. Vieram os filhos muito queridos que desde bebês  cresceram freqüentando o Centro, a Evangelização, Mocidade, participam de campanhas e eventos diversos  oferecidos pela Casa. Frequentamos  em Brasília a Federação Espírita Brasileira de 1983 a 1985 e em Campinas freqüentamos o Centro Espírita Allan Kardec, onde fizemos parte do grupo de evangelizadores.

 

E em Ilha Solteira?

 

Nos  fixamos  em Ilha Solteira onde atuo no Centro Espírita Cairbar Schutel , fundado em 1976. Há 23 anos eu e minha família freqüentamos esta Casa, passando por diversas atividades. Atualmente faço parte da Diretoria sendo vice-presidente. Participo da reunião de desobsessão como dialogadora, esta atividade me proporciona muito aprendizado com nossos irmãos comunicantes. Faço parte do grupo de Evangelizadores, trabalhando com adolescentes de 12 a 15 anos. Adoro estar com eles, nos reunimos também em minha casa assistindo filmes de temática Espírita e depois discutimos tirando as dúvidas. No momento estamos estudando o livro Nosso Lar e construindo a maquete da Colônia.  Antes da estréia do filme em setembro ela  já estará pronta! Sempre que possível  os envolvo em atividades sociais, visita a asilos etc. Coordeno o Departamento de Promoções e Eventos do Cairbar, sendo realizada anualmente a Feira de Orquídeas Beneficente e 4 promoções de pizzas ao ano . Além de angariar fundos para a Casa, estas atividades reúnem  um grande número de voluntários.  E também nos confraternizamos 2 vezes ao ano: um a no começo de julho onde  realizamos a tradicional festa julhina com direito a dançar Quadrilha Junto com a Mocidade Cáritas, e no final do ano na deliciosa Noite de Massas. São momentos importantes de descontração em que aproveitamos para nos conhecer melhor.

 

Numa escala de relevância como situaria as atividades na casa espírita?

 

Ismael   entendo que a Evangelização Infanto-Juvenil é a atividade mais importante da Casa Espírita, pois, que é medida profilática contra desvios do caminho na adolescência, mais harmonia no lar, e os evangelizandos de hoje serão os dirigentes de amanhã, preparados para serem exemplos a ser seguidos implantando o bem onde estiverem. O  atendimento fraterno é importantíssima tarefa,  recepcionando os  irmãos que estão chegando à Casa muitas vezes como última tentativa em amenizar as  suas aflições. Toda Casa Espírita deve se preparar para essa atividade necessária.  As reuniões de Palestras Evangélicas e  passes, os cursos como o Estudo Sistematizado da Doutrina Espírita, o Curso de Orientação da Mediunidade não podem faltar! Todo Centro Espírita deve desenvolver  trabalho na área social, onde temos a oportunidade de praticar o que aprendemos em  teoria, exercitando a humildade, desprendimento e cooperação.

 

Como está enxergando o movimento espírita?

 

Todos observamos o aumento do número de  freqüentadores das casas espíritas, com a ajuda da televisão com novelas de temática espírita e recentemente o filme sobre nosso querido Chico Xavier. Pessoas de todas as religiões assistiram ao filme e gostaram muito. O nobre Chico é altamente respeitado. Observamos também que idéias novas surgem e que não estão de acordo com a Doutrina dos Espíritos tão cuidadosamente estudada e codificada por Allan Kardec.  Os dirigentes devem ficar vigilantes e zelar para que não seja permitida a inclusão dessas idéias estranhas à Doutrina Espírita. É muito importante a interação entre as casas da mesma cidade e de outras cidades também, aumentando o intercâmbio e as trocas de experiências que são muito salutares para o crescimento coletivo.

 

 

E na região de Ilha Solteira particularmente?

 

Em Ilha Solteira temos três casas espíritas ligadas a Federação.  A sede da Use Regional de Ilha Solteira  está instalada no Cairbar, que é presidida pelo Aparecido Augusto de Carvalho, o Sérgio e o Carlos que não medem esforços para integrar as cidades da Regional através de encontros, cursos  e escala de palestrantes em que há um  revezamento  dos oradores nos Centros Espíritas das  cidades que compõem a entidade.

 

Sabemos que você e outros companheiros de Ilha Solteira valorizam muito a música. Fale-nos dessa vocação para a música e sobre o Grupo Roda Viva do qual você também participa.

 

Em minha família todos tocam algum instrumento musical por hobby, com exceção da minha filha Larissa que escolheu a música como profissão e o piano como seu instrumento.  Atualmente ela e o esposo que também é músico (violinista), estão cursando Mestrado em Performance no estado de Wyoming (USA). O Grupo Roda Viva tem cerca de 5 anos, idealizado pelo  Sr. João Batista e o Sérgio, preocupa-se com a divulgação da boa música.  É um grupo  muito alegre,  ensaiamos uma vez por semana e cantamos música popular brasileira de qualidade. Nos apresentamos em eventos beneficentes, encontros asilos etc..

 

Qual a mensagem que deixa aos  nossos leitores?

 

Queridos irmãos de ideal, Deus nos colocou no local em que precisamos estar para o nosso crescimento e cada um pode e deve colaborar com as causas nobres, com a comunidade fazendo o bem sem esperar recompensas, não importando o tamanho da tarefa a ser realizada, mas  realizá-la  com responsabilidade, com disciplina.

 

Algo mais que queira acrescentar?

 

Ismael, penso que o movimento espírita precisa de pessoas entusiasmadas e dinâmicas. Pois a Doutrina Espírita é o  próprio motivo a nos entusiasmar,  doutrina que esclarece de onde viemos, para aonde vamos e porque estamos aqui, realmente é muito motivadora. Agradeço a Deus por ter tido a oportunidade de conhecer a Doutrina Espírita que me proporcionou elementos necessários para me tornar uma pessoa melhor. Muito obrigada. Gostaria de deixar meu e-mail para futuros contatos de confrades para troca de experiência de atividades realizadas nas casas espíritas. neivapaggioli@yahoo.com.br

 

Neiva Paggioli